Equipamento que integra as funções de um splitter e um switcher HDMI, com várias entradas de sinais e duas ou mais saídas independentes umas das outras. Basicamente, é disso que se trata uma matriz de vídeo HDMI.

Para que tudo fique claro, o splitter (divisor) HDMI é um dispositivo eletrônico cuja finalidade principal é replicar o sinal de vídeo, permitindo que o seu conteúdo seja exibido em diversas telas ao mesmo tempo.

Em contrapartida, o switcher (seletor) HDMI faz exatamente o oposto; isto é, ele possibilita a conexão de duas fontes ou mais a um mesmo display. 

Neste post, você conhecerá todos os tipos existentes de matriz de vídeo HDMI. Aproveite! 

Os diferentes tipos de matriz de vídeo 

Com portas HDMI

A título de curiosidade, a sigla HDMI se refere à sigla High-Definition Multimedia Interface.

As mais simples de todas e onde tudo começou, as matrizes com portas HDMI recebem e distribuem sinais em suas entradas e saídas apenas por essa forma de conexão. 

De modo prático, estamos falando de uma interface condutiva de vídeo e áudio que permite a transmissão de dados não comprimidos.

Essa tecnologia foi criada como alternativa aos padrões analógicos, como rádio frequência VGA e muitos outros. Uma conexão HDMI é bem melhor. 

Com portas HDMI e HDBaseT

Também existem no mercado matrizes com portas HDMI que têm em seu interior um extensor de sinal por HDBaseT para cada saída. Com o apoio dessa tecnologia, é possível transmitir sinais de vídeo, áudio, controle e energia por meio de um cabo de rede, de maneira simultânea. 

As saídas desse tipo de matriz são chamadas de RJ45 e exigem a utilização de receptores HDBaseT para converter os conteúdos que serão transmitidos no display. 

Com portas HDMI e sinais analógicos 

Outro tipo de matriz de vídeo são as com portas HDMI e sinais analógicos.

As matrizes híbridas, como também são conhecidas, dão a possibilidade de conectar sinais de dispositivos digitais e analógicos para saídas HDMI. 

Esses equipamentos são ideais para aprimorar o processo de chaveamento em sistemas de vídeo que, como acabamos de mencionar, têm sinais digitais a analógicos. 

Tamanho das matrizes

Agora que você já sabe quais são os tipos de matriz de vídeo HDMI, vamos aos seus tamanhos. Os mais comuns são 4 x 2 e 4 x 4; contudo, existem equipamentos de 8 x 8 e até 16 x 16. 

Um dos benefícios de se usar uma matriz de vídeo é a possiblidade de ter um projeto modular e flexível, podendo trocar as placas dentro do chassis e portanto ter um projeto 100%. 

Matriz livre (sistema HDMI via IP)

Ao utilizar um sistema HDMI via IP, o problema acima tem fácil solução. É que ele permite criar matrizes do tamanho que você quiser e ampliá-las a qualquer instante. 

Para concluir, é importante saber que uma matriz livre pode ser distribuída por switchs e cabos de rede, o que reduz os custos significativamente. 

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você a entender as diferenças entre os principais tipos de matriz de vídeo.

Se você gostou, aproveite para descobrir a importância da automação do vídeo room!

Comente sobre o Artigo

Deine Email Adresse wird nicht veröffentlicht.