Você sabe como escolher o melhor cabo de vídeo para fazer videoconferências ou, então, projetar apresentações em palestras e eventos internos da sua empresa? Caso a sua resposta tenha sido negativa, não se preocupe.

Muitos profissionais que trabalham com eventos internos também não têm conhecimento sobre como escolher os cabos de vídeo utilizados nas suas empresas.

Foi pensando nisso que desenvolvemos este miniguia, que apresentará uma série de critérios que devem ser considerados no momento da escolha. Veja, a seguir!

1. Metragem ideal

A metragem ideal do cabo de vídeo depende de cada situação, não existindo um tamanho mais ou menos adequado. No entanto, no caso dos cabos HDMI, por exemplo, não se recomenda que eles tenham tamanho superior a 15 metros.

Mesmo assim, caso seja necessário fazer conexões a distâncias maiores, é possível utilizar um reforçador ou extensor de sinal HDMI, que é um equipamento simples que permite a execução de tocadores de Bluray, o envio de sinais para monitores LCD e projetores digitais ou telões, entre outras situações.

2. Compatibilidade com os dispositivos

É preciso levar em consideração a compatibilidade dos dispositivos que serão conectados com os seus equipamentos de transmissão. Afinal, de nada adiante comprar uma versão de cabos que é utilizada para transmitir em 4K, se a transmissão dos conteúdos será em uma TV Full HD, por exemplo.

O inverso também é verdadeiro, de modo que não adianta comprar uma TV com suporte HSMI 2.0, se isso fará com que todos os equipamentos que você tem na empresa e que são mais antigos não tenham mais compatibilidade com o novo equipamento.

3. Material do cabo

O material em que o cabo é fabricado também deve ser levado em consideração no momento da escolha. Apesar de os materiais utilizados não ocasionarem uma melhora nas transmissões, eles afetam em outros quesitos, como a durabilidade e a resistência.

Ficar atento a esses critérios é importante para fazer uma boa escolha de cabo de vídeo na sua empresa. Portanto, não se esqueça de levar todos eles em consideração quando for fazer a compra de novos materiais audiovisuais.

Gostou dessas dicas e quer receber mais materiais interessantes como este em seu e-mail? Então, assine não deixe de assinar a nossa newsletter!

Comente sobre o Artigo

Deine Email Adresse wird nicht veröffentlicht.