Há alguns anos a expressão “Huddle Room” ganhou força nas corporações e nos fabricantes que começaram a desenhar produtos para este mercado.

Como chegamos na Huddle Room? Qual o Conceito por trás da Huddle Room?

Uma série de fatores tecnológicos e comportamentais estão no cerne da questão:

1 – Explosão do uso dos dispositivos pessoais como ferramenta de trabalho;
2 – BYOD (Bring your own device) levando os colaboradores a trabalharem fora do ambiente de trabalho, da própria casa, ou na rua, em cafeterias ou qualquer outro lugar através do 3G/4G e internet pública;
3 – Criação de espaços mais descontraídos no ambiente de trabalho;
4 – Constatação que a grande maioria das reuniões acontecem em pequenos grupos de trabalho, no próprio departamento, com até quatro participantes;
5 – Aumento do uso de ferramentas de colaboração de conteúdo associada a migração de aplicativos para dispositivos móveis; (Clickshare Barco, Kramer Via, Crestron AirMedia, Christie Brio).
6 – Uso do Cloud Service para armazenamento e compartilhamento de documentos; (Dropbox, One Drive, Google Drive).
7 – Evolução dos aplicativos de IM para soluções mais robustas que englobam telefonia, conferência de vídeo e voz, e compartilhamento de conteúdo. Por exemplo o Skype For Business (S4B).
8 – As ofertas de soluções cloud para conferências multiponto acessíveis a diversas plataformas operacionais como Microsoft Windows, Apple IoS, Google Android. (VisionsConnected, BlueJeans, Zoom).
9 – Na web o uso de vídeo já supera o uso da escrita e da voz, e esta tendência esta migrando ao ambiente de trabalho forçando o uso da vídeo em todos os níveis hierárquicos.

Estes fatores colaboraram para dar origem as Huddle Rooms com os requisitos específicos que as classificam:

A – Pequenos ambientes com acesso a conferência de voz, conferência de vídeo e compartilhamento de conteúdo.
B – Permitir que as chamadas (de voz e vídeo) dos dispositivos pessoais migrem para os dispositivos das Huddle Room sem perda de continuidade das chamadas.
C – Compartilhar conteúdos de qualquer device (PC, Tablets, Smartphones) sem fio (por Bluetooth ou Wifi) para os devices das Huddle Room (Monitores ou projetores).
D – Integrar as diversas plataformas (PC, Tablets, Smartphones) em uma única plataforma de comunicação integrando os participantes locais a participantes remotos.
E – Simplicidade de uso! “Support Less”!
F – Pode ser uma sala fechada, ou aberta como um ambiente colaborativo. (abaixo alguns exemplos retirados do http://www.yourmspace.com/huddle-spaces-share-outsid e-the-conference-room/)

Foi inHuddle Roms nasceram do espírito esportivo!spirado nos times esportivos, que se unem em círculo, antes dos jogos para as últimas palavras de incentivo antes do início dos jogos que surgiu o nome Huddle, e estes ambientes de pequenos times de trabalho foram batizados de Huddle Rooms. Associando estes ambientes ao gesto que representa a união, o estar trabalhando junto, em um mesmo time, colaborando uns com os outros.

As Huddle Rooms, inspirada neste conceito de “team work”, são mais de 80% dos ambientes corporativos de reunião. Salas que antes eram desprovidas de tecnologia, ou tinham o básico de uma interface de mesa com um monitor na parede começam a receber a atenção interna de facilities e IT, dos Integradores e dos fabricantes com um conjunto de lançamentos próprios para este mercado.

 

O que já esta disponível?

1 – Sistemas de transmissão sem fio que permitem a apresentação de conteúdo através de wifi, ou bluetooth.
2 – Sistemas integrados de câmeras (fixa e PTZ) e microfones com cancelamento de eco, ambos USB, elevando a qualidade das chamadas de áudio e vídeo de um PC pessoal para a qualidade de um codec de videoconferência.
3 -Sistemas híbridos, que entregam compartilhamento de conteúdo (apresentações), microfones com cancelamento de eco, câmeras em um único dispositivo com conexão USB. ( Vaddio – linha Easy, Polycom – Linha Trio e Debut, Biamp – Linha Devio, entre outros fabricantes.).

Como projetá-las?

O desenho da solução deve considerar os elementos arquitetônicos, os requisitos de IT, e a solução de áudio e vídeo com o máximo de simplicidade de uso, integrada as ferramentas tecnológicas já disponíveis aos usuários para facilitar e incentivar o uso.

Qual o fator de sucesso?

Huddle Rooms inspira criatividade e gera produtividade.

O principal fator de sucesso na adoção deste modelo virá com as soluções mais integradas ao que já existe no cotiano do usuário, fazendo-o adotar o uso das Huddles Rooms de forma natural e intuitiva.
Cabe ao integrador de sistemas ser o catalisador entre os diversos departamentos envolvidos e principalmente os usuários para entender as demandas (necessidades) e aplicações a fim de apresentar as soluções disponíveis mais indicadas a cada cliente, a cada Huddle Room.

Ricardo Durão é dono e diretor na empresa Solutione “Inteligência Corporativa”, saiba mais sobre ele e sua empresa acessando suas redes sociais.

1 Resposta

Comente sobre o Artigo

Deine Email Adresse wird nicht veröffentlicht.